Alma Gamer

08:00

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem com vocês? Hoje vim trazer pra vocês mais um desafio! Desta vez eu deveria fazer um post com a palavra "Alma". Eu pensei, pensei, pensei e não tinha chegado ao conteúdo mais obvio! Eu tenho uma alma Gamer! 

Alma de jogadora

Alma Gamer:

Tudo bem que, precisamos de um empurrãozinho do destino para vermos do que realmente gostamos e queremos levar a diante na nossa vida, não é mesmo? 

Meu primeiro vídeo-game foi um Atari, acredito que tenha sido antes dos 6 anos de idade. Tínhamos em casa apenas duas fitas, Frost Bite e River Raid. Entre essas duas, preciso mencionar que sempre me caguei de medo quando via meu pai jogando Frost Bite. 

ATARI - Frost Bite:

FrostBite

O jogo era extremamente quadrado, nada de gráficos lindos e realistas como podemos ver hoje em dia. Sei que era necessário pular algumas placas de gelo para fugir do urso e depois se esconder no iglu. Mas eu sempre morria de medo de ver aquele urso correndo atrás do personagem. 

ATARI - River Raid:


River Raid

Pela lógica talvez este tenha sido o primeiro jogo que joguei em minha vida. E quer saber de uma coisa? Eu adorava! Sempre morria, afinal, como disse, eu estava em torno dos 6 anos de idade, e era praticamente a minha primeira experiência com jogos. Basicamente ele era simples, apenas desviar dos obstáculos e matar os inimigos. Mas confesso que ele marcou muito a minha vida, foi o inicio de tudo, o começo de uma grande história relacionada aos games.

Super Nintendo:

Logo após essa fase de Atari, conheci o amor da minha vida! Pois é, o amor da minha vida era um vídeo-game (pra você que fica sofrendo de amores pelos outros por aí, o Super Nintendo não me abandonou até hoje! )!
Tenho uma lembrança muito forte desses momentos, apesar de ter uma péssima memória, consigo me recordar do primeiro dia que o ví, consigo me lembrar perfeitamente do cheiro da caixa, e do meu primeiro xingo por causa dele. Ah, e não me esquecendo que os piores dias da minha vida foram quando fiquei de castigo e um mês sem poder usar ele (olha pra você  ver como é a mente de uma criança hahhaha)!
Como nunca fui uma criança de brincar na rua, ou com qualquer pessoa que fosse (graças a preocupação grandiosa da minha mãe e talvez meu comportamento introspectivo desde sempre), por brincar sempre sozinha, meus animais de estimação de meu Super Nintendo sempre foram meus melhores amigos. Não vou negar que tive minhas fases de brincar de boneca, mas para mim, a maior felicidade era ligar o vídeo-game e colocar a minha primeira fita, o Super Mario World. (Já fiz uma postagem especial sobre ele, só clicar aqui).

Acredito que em relação aos games eu tenho longas histórias para contar, mas não vou me estender muito por aqui. Mas gostaria de deixar aqui o meu mais novo vídeo, mostrando todas minhas 38 fitas do Super Nintendo.


Vida de adulto e outros consoles:

Confesso que na minha infância não tive outros consoles. Fui ter meu primeiro computador e meu playstation 2 muitos e muitos anos depois, quando já estava praticamente com meus 18/19 anos. Acabou que essa distancia de tempo entre os consoles, fez com que enraizasse ainda mais meu amor pela Nintendo, tanto que nunca cheguei a ser fã de outras franquias.

Lembro que com os primeiros salários que tive, naquela época que "sobrava" uma graninha extra, comprei meu primeiro portátil, o Nintendo DS Lite. Logo em seguida, me apaixonei e comprei um Nintendo Wii. Mas alguns anos se passaram e troquei meu Nintendo DS Lite, por um Nintendo 3DS.
Muito tempo depois vim a ter meu PSP, e ainda tenho todos eles. ♥
Hoje em dia gosto bastante de jogar no PC pela praticidade que isso me causa. Não que jogar nos consoles não seja prático, mas como passo longas jornadas do meu dia em frente a um computador, acho que isso se tornou mais prático no momento.

Colecao do Super Nintendo


Meu velho computador está com 1TB praticamente cheio de jogos, mas é aquela velha história da falta de tempo. Eu seria uma gamer assídua assim como fui durante toda a minha vida até hoje, se não fosse o trabalho e a faculdade (que espero me livrar logo dela).

Tenho que ressaltar que apesar de ter tido uma vida "regada" de jogos, não sou aquelas super jogadoras que se veem na internet. Sempre fui uma jogadora casual e por muito tempo joguei de maneira individual os jogos. Talvez isso explique porque quase nunca jogo com outra pessoa pela internet e não tenho uma alma competitiva. Talvez se eu tivesse jogado mais com outras pessoas durante minha vida, eu teria treinado mais e poderia ser hoje em dia uma gamer hardcore, mas prefiro a minha paz e tranquilidade de sempre.

Como puderam observar, os jogos sempre me acompanharam durante praticamente toda a minha vida. São mais de 20 anos de amor e ódio pelas centenas de jogos que passaram em minha vida. E sabemos que quando um amor dura tanto tempo, ele se torna pra vida toda. Então finalmente posso dizer com toda certeza do mundo que a minha alma é gamer! ♥

Meu computador pifou, estarei sem fazer postagens durante um pequeno tempo. Espero que não deixem de me acompanhar nas redes sociais, tentarei resolver tudo o mais rápido possível e voltar em breve. Não desistam de mim hein! 

Você também poderá gostar de:

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários

  1. Adorei o post! Meu primeiro console tbm foi um atari mas eu não lembro mais dos jogos que tinha =( mas eu me lembro mr bem do meu Super Nintnedo e hj bate uma baita saudade dele viu?! Mas eu tive meu caso de amor com xbox 360 por muitos anos acredita? Hoje eu concordo tg é mais prático jogar no pc e falta um tempo danado =/ mas quando isso tá na gente mesmo com pouco tempo a gente da um jeitinho de jogar né? Pedro tbm tem um hd cheio de jogos, acho que ele nem sabe mais o que tem lá kkkk beijos Flavi! =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super Mario é um amorzinho né? Até hoje nunca conheci alguém que não gostasse! ♥
      Eu nunca tive Xbox, só joguei no do meu namorado algumas vezes.

      Excluir
  2. Eu tive um Dynavision quando tinha meus 10/11 anos, mas não tinha muitos jogos (na verdade só uma fita com 300 jogos que eram 5 em várias versões) Eu não jogava muito, só tinha uma TV e minha mãe reclamava. Depois meu irmão comprou um nintendo e deixava lá em casa de tempos em tempos e eu jogava um pouco, amo lutas como Mortal Kombat e Street Fighter, mas não tinha com quem jogar então vivia no modo treino... Depois tive namorados que tinham outros consoles, de todos eu curti o Wii. Eu não sou gamer, não sei jogar nada e acabo frustrada com isso, meu marido ama jogos, sempre que tá no PC tá jogando e eu queria ser bem mais parceira, mas eu sou muito ruim e eu desisto rápido por não conseguir jogar bem... Enfim depois de contar minha experiência quero parabenizar pelo post \o/ ficou muito bom!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todo mundo passou por esse lance de uma tv apenas, mãe reclamar, falar que ia estragar né? XD
      UMK3 foi um dos jogos que mais amei em relação a luta, se não for o que mais amei.
      O wii com falei eu tenho até hoje, mas preciso criar vergonha na cara e encerrar alguns jogos que abandonei dele. Tem jogos realmente muito bons la!
      Mas tenta aprender sozinha, escolhe algo que você gosta e acha legal, sair jogando com pessoas mais experientes nos deixam desanimadas mesmo. =/

      Excluir

Fico muito feliz que você esteja aqui e queira me deixar um recadinho! Sempre respondo todos comentários, então, marque a opção "notificar-me" para ler a resposta caso use o campo de comentários do blogger!