A verdadeira história do Halloween

16:46

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem com vocês? Hoje vim comentar sobre essa data que todo mundo conhece,  mas as vezes não sabe de suas verdadeiras origens!  Vamos descobrir um pouco mais sobre esse evento?


Halloween


O primeiro registro do termo "Halloween" foi a cerca de 1745. Vindo de termo escocês "Allhallow-eve" (véspera do Dia de Todos os Santos) que era a noite das bruxas. 
Na Antiga Religião Celta existia o Samhain, a Festa dos Mortos (no Cristianismo é celebrado dia 2 de novembro).
Posto que, entre o pôr-do-sol do dia 31 de outubro e 1° de novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês), acredita-se que assim se deu origem ao nome atual da festa: Hallow Evening Hallowe'en Halloween. Rapidamente se conclui que o termo Dia das bruxas não é utilizado pelos povos de língua inglesa, sendo essa uma designação apenas dos povos de língua (oficial) portuguesa.
A origem do Halloween traz às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcas das diferenças em relação às atuais abóboras ou da muita famosa frase "doces ou travessuras", exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração. Originalmente, o Halloween não tinha relação com bruxas.

Mas por que dia das bruxas?

A origem pagã do "dia das bruxas" tem a ver com a celebração de Samhain, que tinha como objetivo dar culto aos mortos e à deusa YuuByeol (símbolo antigo da perfeição celta). A invasão das Ilhas Britânicas pelos Romanos acabou misturando a cultura latina com a celta. Sabe-se que as festividades do Samhain eram celebradas muito possivelmente entre os dias 5 e 7 de novembro (a meio caminho entre o equinócio de outono e o solstício de inverno, no hemisfério norte). Eram precedidas por uma série de festejos que duravam uma semana, e davam ao ano novo celta. A "festa dos mortos" era uma das suas datas mais importantes, pois celebrava o que para os cristãos seriam "o céu e a terra" (conceitos que só chegaram com o cristianismo). Para os celtas, o lugar dos mortos era um lugar de felicidade perfeita, onde não haveria fome nem dor. As festas eram presididas pelos sacerdotes druidas, que atuavam como "médiuns" entre as pessoas e os seus antepassados. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.



Vamos entender um pouco melhor... se analisarmos o modo como o Halloween é celebrado hoje, veremos que pouco tem a ver com as suas origens: só restou uma alusão aos mortos, mas com um carácter completamente diferente do que tinha ao princípio. Além disso foi sendo pouco a pouco incorporada toda uma série de elementos estranhos tanto à festa de Finados como à de Todos os Santos.
Entre os elementos acrescidos, temos por exemplo o costume dos "disfarces", muito possivelmente nascido na França entre os séculos XIV e XV. Nessa época a Europa foi flagelada pela Peste Negra e a peste bubônica dizimou perto da metade da população do Continente, criando entre os católicos um grande temor e preocupação com a morte. Multiplicaram se as Missas na festa dos Fiéis Defuntos e nasceram muitas representações artísticas que recordavam às pessoas a sua própria mortalidade, algumas dessas representações eram conhecidas como danças da morte ou danças macabras.
Alguns fiéis, costumavam adornar na véspera da festa de finados as paredes dos cemitérios com imagens do diabo puxando uma fila de pessoas para a tumba: papas, reis, damas, cavaleiros, monges, camponeses, leprosos, etc. (afinal, a morte não respeita ninguém). Também eram feitas representações teatrais, com pessoas disfarçadas de personalidades famosas e personificando inclusive a morte, à qual a todos deveriam chegar.
Na Idade Média, um costume do Dia de Finados era o Souling (de "soul", alma), em que crianças iam pedindo pelas portas um bolo, o "bolo das almas", em troca do qual fazia uma oração pelos familiares falecidos de quem lhes dava o bolo. Essa tradição poderá ter evoluído para a tradição de pedir um doce, sob ameaça de fazer uma travessura (trick or treat, "doce ou travessura"), que teve possivelmente origem na Inglaterra. 

A celebração do 31 de Outubro, muito possivelmente em virtude da sua origem como festa dos druidas, vem sendo ultimamente promovida por diversos grupos neo pagãos, que realizam a celebração do final do verão e entrada no outono.  Na celebração atual do Halloween, podemos notar a presença de muitos elementos ligados ao folclore em torno da bruxaria. As fantasias, enfeites e outros itens comercializados por ocasião dessa festa estão repletos de bruxas, gatos pretos, vampiros, fantasmas e monstros, no entanto isso não reflete a realidade pagã.

Muita gente gosta de apontar o dedo sem ver o outro lado da história! É sempre interessante ler os dois lados. Mas e você, já sabia da verdadeira história do Halloween?

Você também poderá gostar de:

comentário(s) pelo facebook:

18 comentários

  1. Muito interessante o seu post! Eu só sabia de algumas coisas, e outras eu nem imaginava, e tudo bem detalhado, imagens perfeitas. Parabéns! bjs
    www.simplesmenteciana.com

    ResponderExcluir
  2. Eu conheci a origem do Halloween em uma aula de inglês, tivemos que fazer uma pesquisa e vi que não sabia nada sobre a festa. É interessante conhecer, mas não tenho o costume de comemorar e nem gosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que bacana!!! Amo conhecer coisas novas e amo comemorar essa data!

      Excluir
  3. Eu não fazia ideia das origens do Halloween, muito menos quanto ao seu nome original. Achei o post muito interessante. Nunca pensei em me perguntar o por que de comemorarmos e muito menos como surgiu, embora adore ir à festas de Halloween rsrs
    Beijos e adorei o post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem legal descobrir coisas novas né? Sempre gosto de me perguntar essas coisas!

      Excluir
  4. Post muito interessante, eu já sabia algumas coisas, outras nem tanto, por exemplo, não sabia da origem do nome. A história do Halloween é bem legal. Gostei muito do seu post.

    Beijos,
    Pinguimtagarela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Post muito interessante. Informações bem pertinentes.

    ResponderExcluir
  6. Acho uma ignorancia certas religiões proibirem a comemoração por dizer que é bruxaria/macumba.
    Sempre que falo que gosto de Halloween e me perguntam se sei de onde vem, quando respondo 'dos Celtas', acham que tou mentindo. Poxa, tanta informação na internet e o povo não faz questão de usar oiHSIAUHSUIAHUDH
    Adorei o post, Flavi <3
    A Bela, não a Fera | Youtube A Bela, não a Fera | Fã Page no Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como não sou adepta a nenhuma religião, eu não me importo nenhum pouco em comemorar essa data, até acho super legal!
      E como você disse, realmente, a verdade tá ai pra todo mundo ver, mas ainda preferem o "ouvi falar que o fulano disse tal coisa" e nem sequer correm atrás pra saber a verdade!

      Excluir
  7. UAU, eu nem imaginava muita coisa disso! Parabéns pelo post!! Gosto muito da cultura que se criou de festas e etc, mas nunca tinha parado pra pensar e procurar como realmente surgiu.

    ResponderExcluir
  8. Que post incrível! Não sabia dessa origem. Gosto muito da religião celta e sequer sabia que tinha relação. Amei saber <3
    Abraço! :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal né? Também gosto dessa mitologia apesar de gostar mais da nórdica!

      Excluir
  9. Eu acho que já tinha lido sobre mas não me lembrava mas foi bom reler sobre, queria poder comemorar esse dia aqui mas né... Meus pais são uns que meu Deus é do mal kkkkk
    Www.meninapsicotica.WordPress. com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hiauhaouhaoi que pena, eu sempre tento conversar com as pessoas de boa pra ver se elas tiram esse receio. Mas costumes são costumes né? Se foram educados dessa forma é difícil fazerem pensar o contrário.

      Excluir

Fico muito feliz que você esteja aqui e queira me deixar um recadinho! Sempre respondo todos comentários, então, marque a opção "notificar-me" para ler a resposta caso use o campo de comentários do blogger!