domingo, 27 de março de 2016

Batman v Superman - A origem da justiça

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem? Este ano deixei de ser preguiçosa em ver filmes e estou tentando acompanhar esses filmes dos quadrinhos que estão lançando. Ontem foi minha vez de assistir Batman V Superman. Se você quiser saber o que eu achei do filme, continue lendo a postagem, porém fique atento pois terá alguns spoilers!

Batman v Superman - A origem da justiça


Antes de começar a falar sobre tudo que achei do filme, quero deixar claro que a minha opinião é de uma pessoa que não é fã de nenhum dos personagens abordados. Estive por muito tempo numa galáxia distante chamada "me deixe quieta no meu canto" onde não assistia filmes e nem séries, agora estou de volta ao planeta Terra e estou pegando o bonde andando!
Então minha humilde opinião vai ser como uma simples pessoa que chegou e foi ao cinema ver o filme sem muita expectativa.

Primeiramente, este foi o primeiro filme que ví em versão 3D. Nunca tinha visto nenhum outro nessa versão, então as primeiras cenas do filme pra mim foram bem impactatentes nesse quesito. A gravação neste modo não deixou nada a desejar, em compensação depois de alguns minutos de filme você acaba focando tanto na história que esquece de prestar atenção em alguns detalhes das camadas que fazem o 3D. Mas tudo bem, a visualização do filme de maneira completa é bem agradável, neste ponto não tenho o porquê criticar em nada.

Segundo quesito: A história ao meu ver foi muito massante. Eu sentia um certo desconforto vendo o filme, porque o filme é extenso, são praticamente duas horas e meia de filme, onde o começo e meio eu senti que andava, andava, andava, andava e parecia que não saía do lugar. Depois eu li a respeito e até comentei com outros amigos que gostam e já estão acompanhando a mais tempo que eu, e me disseram que o autor do filme gosta de montar filmes dessa maneira mesmo, dando muito detalhezinhos, querendo mostrar demais as coisas das HQs, que em compensação deixaram o filme muito extenso. 

Batman v Superman

Uma parte que os fãs do Batman e Superman podem achar ruim sobre minha opinião agora é que, eu achei meio clichê... como vou dizer, a maneira como foi montada a história pra haver o combate entre Batman e Superman foi por um motivo "tão bobo"... Lex Luthor é um cara psicótico, achei que o personagem dele foi bem montado porque senti raiva dele do começo ao fim hahahaha, mas a maneira que ele montou as coisas pra haver o combate foi tão... "Hey Batman, sabe o Superman? Esse cara é foda rapaz, ele pode destruir tudo, se eu fosse você ficava de olho e dava um jeito nisso ai!"... "É mesmo Lex, nunca pensei nisso, vou acabar com ele". HAN??????? Tipo, comassim filho? É só isso? Sério mesmo que você vai se deixar induzir assim tão fácil? Pois é, se deixou ser induzido facilmente, o que me deixou com um nó na cabeça.
Lex Luthor em sua cabeça já tendo montado a primeira parte da briga, teria que convencer o Superman a duelar com o Batman, que até então o Superman tava sendo injustiçado, tava no canto dele... Lex sequestra Martha, que é mãe do Superman e diz pra ele "Agora você vai duelar com Batman" E o Superman se reluta a isso então Lex o obriga a lutar "Estou com sua mãe, se você não lutar com Batman, sua mãe morre hahahaa".  
Gente, detalhe, tô falando de uma maneira meio cômica tá? E que não foi só isso e dessa maneira exata que aconteceu, certo? Hahhahahaa, quem viu o filme sabe que tinha mais coisas envolvidas, mas o meu ápice em perceber o motivo do duelo foi esse. Achei a construção dessa história meio forçada. Lex é psicótico, mas... faltou algo... pra um filme tãaaaaaaao extenso, parece que tinha coisas ali que deixaram a desejar.

Terceiro: O personagem do Batman ao meu ver foi "ok". Nada de tão ruim, nada de tão bom. Senti falta um pouco da personalidade dos filmes antigos, onde apesar do Batman ser uma pessoa do bem, ele tinha uma personalidade forte. Nesse filme eu acho que o personagem deixou um pouco a desejar. Mas tudo bem, foi algo de leve ao meu ver. O personagem do Superman ao meu ver também foi "ok". Acho que em ambos vou manter a neutralidade.

Batman v SupermanQuarto comentário que preciso fazer, como eu mencionei já acima não sou fã desses personagens... mas o que me levou em grande curiosidade a ver esse filme, foi ver a participação do Jason bonitão Momoa como Aquaman. Lembro que quando surgiu a primeira imagem dele no filme, teve muitos rumores, muita gente chingando, muita gente reclamando. Eu me tornei uma "simpatizante" do ator desde Game of Thrones, e queria muito ver como seria essa versão do Aquaman tão diferente dos quadrinhos originais. E olha, EU ACHO QUE O FILME DELE VAI SER FODA! Foram apenas uns 4 segundos de aparição do Aquaman no filme Batman V Superman, mas foram 4 segundos suficientes pra eu já sentir uma boa atmosfera em relação a isso, ele tem uma feição natural para fazer personagens de personalidade forte, isso combina com ele. Fazer filmes como "bom mocinho" para o Momoa a meu ver não combinam.  Então espero muito que não me decepcione.
OBS: Flash também é um personagem secundário nessa história, em breve poderemos ter um filme dele, mas também apareceu muito pouco. Aguardaremos...

Jason Momoa

Quinto comentário: A construção da mulher maravilha eu achei sensacional! Tudo bem, ela estava ali meio como uma "personagem coadjuvante", mas eu achei a personalidade dela legal, é uma atriz muito bonita também. O ápice da mulher maravilha foi o combate final contra o Apocalypse. MEEEEEEEEU, QUE COMBATE FOI AQUELE????? 

Batman v Superman
 Batman v Superman

Batman v Superman

Sexto e último comentário: Depois de muita "enrolação" chegou o grand finale. E esse grand finale foi a luta de Batman v Superman? NÃO! Esse combate aí nem chegou perto do grande combate envolvendo Mulher Maravilha, Superman e Batman contra Apocalypse. A partir do momento da aparição do Apocalypse no filme, eu fiquei todo o restante do filme assim: 
Sério, pra mim foi o ápice, foi o momento pica das galaxias master of universe! E o final dessa história? Dessa vez, sem spoilers! 

O que vocês acharam do filme?
 Deixe seu comentário! 

quarta-feira, 23 de março de 2016

Resenha: Batom matte Danimer

Bom dia guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem com vocês?  Essa postagem vai ser especial pra vocês, dá uma olhada nessa resenha desse batom matte super baratinho que comprei no Aliexpress!

Danimer Long Lasting Lip Gloss:

Batom do aliexpress

Eu comprei estes batons no comecinho do ano, e a tempos estou pra fazer resenha dele e não tive oportunidade. Confesso que fiquei com um pouco de medo ao comprar esses tipos de produtos da China, mas eles me surpreenderam de certa forma.
Ouvi muitas coisas sobre esses batons, mas vou levar em consideração apenas ao que eu tive como experiência em usá-los.

Durabilidade:

Fiquei encantada! Eu nunca tinha experimentado nenhum batom matte com efeito secante. E olha, não me arrependi em ter comprado eles. Eles duram praticamente o dia todo, a menos que você coma coisas gordurosas. Sim, este é o único defeitinho sobre sua durabilidade. Eu venho trabalhar com ele, tomo café e ele ainda se mantém intacto, sendo retirado apenas na hora do almoço por exemplo. E quando ele sai, ele sai apenas na parte mais interna da boca, onde te mais contato com os alimentos, ao redor ainda se mantem com o batom. A desvantagem é limpar a boca se ela está gordurosa, porque a gordura se espalha e tira/borra todo o restante. Fora isso sua durabilidade é maravilhosa!


Textura/Cheiro:


Sua textura é comum assim como qualquer outro batom líquido, mas ele seca bem rápido, então é bom prestar muita atenção quando for passar, e ficar ligeira para limpar caso algo dê errado.Eu deixo já um cotonete por perto pra facilitar quando passo em algum cantinho a mais. O cheirinho é gostoso, cheirinho de gloss novo.


Cor:

Esta cor número 22 foi praticamente a minha preferida. Esta foto acima contém flash e por isso a cor ficou mais clara que o normal. Eu não curto batons rosa, não faz meu estilo, mas ele tem um tom diferente. É como se fosse um rosa meio queimado. As fotos abaixo foi do celular, mas é a cor que mais se aproximou da realidade.


Batom Aliexpress
Foto de câmera com flash



Batom bom e barato
Foto de celular sem flash em ambiente fechado.

Batom do aliexpress

Foto de celular sem flash em ambiente externo com edição de brilho























Agora temos duas tonalidades de vermelho. Um vermelho mais intenso e um mais fechado puxado para o marrom. Eu não gostei de como ficou em mim o tom de vermelho mais claro, acho que não combinou muito com meu estilo e acabei dando ele pra minha irmã.
Batom da china
Foto de câmera com flash
Agora este batom batom vermelho mais escuro, com um tom meio amarronzado eu adorei.

Batom do aliexpress
Foto de câmera com flash
Pingente Roman Reigns
Foto de celular sem flash em ambiente externo
PS: Detalhe para o meu pingente lindão do Roman Reigns <3
Batom do aliexpress
Batom aplicado no braço, foto de câmera com flash

Acho que é uma ótima recomendação pra quem quer adquirir cores diferentes e ter um produto barato. Infelizmente o problema do Aliexpress é o período para o produto chegar até a sua casa. Eles enviam até que rápido para o Brasil, mas o processo aqui no nosso país é bem demorado, por isso eles já estendem o período de entrega para uma média de 90 dias ou mais. 


Costumam comprar coisas no aliexpress?
Já acharam algo super legal por lá?
Deixe seu comentário!

sexta-feira, 18 de março de 2016

O dia que entrevistei Kiko Loureiro!

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem?  Mais uma vez eu vim aqui falar de música! E dessa vez contar um pouquinho de como eu consegui a uns anos atrás uma entrevista exclusiva com o excelentíssimo guitarrista Kiko Loureiro!

Kiko Loureiro - Entrevista
Kiko Loureiro

Para quem não sabe, eu tenho uma grande admiração pelos países nórdicos, em especial pela Finlândia. Seja de maneira musical, cultural, sua fauna e flora, enfim... É um país que eu gostaria muito de algum dia poder conhecer. E Kiko Loureiro (guitarrista da banda Angra e Megadeth) é casado com uma finlandesa, amiga de Tarja Turunen (Ex-Nightwish).
E ele tem uma filhinha muito linda que também é finlandesa, mas que já sabe falar muito bem o português! Imagina que sorte dessa menina???
Muita gente já chegou a reclamar que Kiko é uma pessoa que não dá atenção aos fãs, que a fama subiu a cabeça, que é arrogante, mas ele pode me provar que é exatamente o contrário. 
Na época eu tinha um blog direcionado a essa temática nórdica, e sempre conseguia entrevistar algumas bandas gringas. Um belo dia eu resolvi juntar o útil ao agradável e consegui ter essa entrevista com Kiko, onde eu pude enviar as perguntas que foram selecionadas numa página do face desse antigo blog e ele me retornou por áudio. Eu transcrevi a entrevista pois o áudio foi mais como uma conversa informal, e em alguns pontos o áudio ficou mudo, e enfim, ficou melhor assim!
Essa entrevista foi feita em Julho de 2012! Vamos ver a entrevista???


Entrevista com Kiko Loureiro:


O que você sentiu de mais diferente na cultura Finlandesa?

Kiko Loureiro: O mais diferente da cultura finlandesa é  que eles são super tímidos, mas são pessoas muito legais. Geralmente a vodka e uma sauna ajudam eles a ficarem um pouco mais soltos e conversarem. Eles se orgulham muito de serem pessoas honestas, do país tudo funcionar rápido e sem burocracia porque todo mundo confia em todo mundo. As pessoas do Brasil são muito mais abertas, expansivas, mas todo mundo tem receio e não confia em ninguém.

Pretender voltar pro Brasil ou vai morar na Finlândia por um tempo? 

Kiko Loureiro: Estou morando nos Estados Unidos, na Califórnia e indo pro Brasil direto, porque sempre tem eventos. Ainda não sei quando retornarei para a Finlândia. Ultima vez em que estive lá, foi em fevereiro. É muito bom lá no verão, o ideal seria passar o verão no Brasil e o verão na Finlândia, que são os melhores lugares pra ficar.

Como foi o Show com o Fabio Lione no 70K?

Kiko Loureiro: O show do cruzeiro em Miami com Fabio Lione foi muito bom, tanto que gerou o show no Live n’ Louder em abril, e agora pretendemos começar várias turnês em agosto por causa desse show no 70000 Tons of Metal. Encontrei-me com algumas bandas finlandesas no evento, como o Turisas, o Ensiferum e o guitarrista do Kreator, que é finlandês.

Como será a seleção para o novo vocalista do Angra?

Kiko Loureiro: A gente estava, de fato, recebendo material do Angra pra fazer uma escolha do vocalista. Nós recebemos vários materiais muito bons, têm muitos vocalistas bons no Brasil, é até difícil de escolher. Mas rolou esse lance com o Fabio, e a gente acabou optando por esticar, porque tiveram muitos pedidos de produtores e muitos fãs que queriam ver e assistir esse show. E rolou muito bem com o Fabio, o clima com a banda, ele cantando as musicas… Nós curtimos muito, ficamos muito contentes e animados, e então resolvemos segurar essa ideia da escolha do vocalista, pra poder fazer essa turnê e deixar rolar um pouco. A melhor parte é viajar, subir no palco e tocar as musicas pros fãs, pra quem gosta das nossas musicas. Sempre dá vontade de voltar aos palcos. Então a gente vai fazer isso agora em agosto.

Matheus Oliveira: Como foi a  sua adaptação cultural na Finlândia?

Kiko Loureiro: A adaptação cultural é sempre difícil um pouco porque qualquer país é diferente. Helsinque tem 1 milhão de habitantes, tem muitos parques, o porto é super bonito, super limpo, organizado, então pra quem mora em São Paulo é um paraíso.

Teve algum fato engraçado que aconteceu com você na Finlândia?

Kiko Loureiro: No inverno eu lembro que fiquei preso numa escola de musica. Lá todo mundo confia em todo mundo e não ter porteiro. Eles te dão a chave e você fica lá sozinho no lugar, não tem ninguém controlando a entrada e saída. Eu fiquei preso, estava tão frio que a porta congelou e não abria. Eu fui tentar abrir com a chave, dar uns chutes na porta, e quebrou a chave dentro da fechadura (risos)… Fiquei preso no lugar. Falaram que tinha que jogar agua fervendo na porta pra ver se descongelava, mas não descongelou. Estava em torno de -15ºC. Eu tive que no meio da noite subir no telhado do lugar e pular uma grade e sair andando e afundando na neve, deveria ter um metro e meio de neve… (risos)… Coisas que um brasileiro nunca imaginou… Coisas que eu nunca imaginei que ia passar na minha vida. Parecia que eu era um ladrão querendo pular o muro de um lugar. Mas no fundo eu estava querendo sair da escola que a porta congelou e não abria… Lá também é muito escorregadio. Quando está com neve é mais tranquilo andar, mas quando está por exemplo em -2ºC fica parecendo um ringue de patinação no gelo.

O que acha das bandas Finlandesas?

Kiko Loureiro: Tem muita banda lá, é impressionante a cultura deles. Já fiz turnê com alguns finlandeses como a banda Nightwitsh, já toquei com a banda Sinergy no Japão… Gravei meu disco o “Sounds of Innocence” na Finlandia, e eu pude ter um pouco mais de contato com eles.  Gravei o disco com o Matias Kupiainen, o guitarrista do Stratovarius e o Pertu Vänskä (irmão do Olli Vänskä , violinista do Turisas), ele é um super musico, faz várias coisas relacionadas a estúdio, então ele também ajudou nas gravações e no arranjo de cordas de uma das músicas. Fui muito bom conviver mais de perto com eles.

O heavy metal na Finlândia é underground como no Brasil?

Kiko Loureiro: Não. No radio você ouve metal… Metallica, Dio, bandas finlandesas… tem muitos cartazes na rua. Quando eu estava lá vi propagandas em ônibus do novo disco do Sonata Arctica, tinha propagandas deles na cidade inteira, também tinha propaganda com o The 69 Eyes, chiclete com a foto do baixista do Nightwish… Lá eles pegaram esse lado do Heavy Metal, a banda Nightwish, por exemplo, sai em revistas famosas como “Caras” de lá. No Brasil temos uma música muito rica, na Finlândia eles não uma riqueza musical como a nossa por ser um país muito pequeno. No Brasil a gente tem outro tipo de artista. Nós no Brasil temos uma mistura de estilos e culturas. Um estilo como o Heavy Metal não vai ser “mainstream” no Brasil. Sempre vai ter algo mais brasileiro e eu vejo isso como algo positivo. Não considero a Finlândia um país mais legal por causa do Metal, pela falta de ter uma música forte local, que talvez o mais forte fosse a musica erudita que é super boa, jazz, big band e outros grandes músicos. Mas a identidade que o Brasil tem da música, na Finlândia não tem. Então o Heavy Metal lá, não é Underground como é no Brasil.

Quais principais diferenças entre a cena brasileira e a finlandesa?

Kiko Loureiro: A principal diferença é que a cena no Brasil é muito forte, porém as bandas brasileiras olham muito para dentro do país. O Brasil é muito grande, tem muitos lugares para tocar, então as bandas começam a tocar em barzinhos de rock, depois querem viajar pro interior de São Paulo, depois tentam fazer shows pelo nordeste, esse é meio que um caminho. Na Finlândia eles não têm esse recurso, lá não tem um lugar específico para tocar, é um país que tem muita pouca gente. Já fui a shows de artistas que são conhecidos lá e que tocam em rádio, e eles tocam pra 500 pessoas nas outras cidades. Por isso tem muita banda de Heavy Metal de lá que a gente conhece, pois qualquer banda que começa lá, eles já começam fazendo um trabalho totalmente voltado para o mercado internacional. Iniciam com site e disco em inglês. O sonho das bandas é tocar em grandes eventos da Europa, ir pros Estados Unidos, tocar no Japão, fazer turnê na América Latina… Essa é a mentalidade deles, por isso eles chegam lá, eles têm essa visão desde o principio e os brasileiros tem uma visão um pouco diferente.

Então é isso guerreiros e guerreiras, algumas curiosidades sobre Kiko Loureiro que foi mega simpático, e me concedeu essa entrevista de maneira rápida, coisa que eu nem imaginava. Tenho esse áudio guardadinho até hoje! E pra mim foi muito gratificante ter essa resposta dele, pois nada melhor do que poder ter um retorno de um artista que você tanto admira! Espero que tenham gostado dessa entrevista, mesmo sendo um pouco antiga! Hail!

sábado, 12 de março de 2016

Uma pessoa que sofre de ansiedade...

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem?  Hoje vim bater um papo com vocês sobre algo que eu carrego comigo por quase toda minha vida... A  MALDITA ANSIEDADE! 
Se você se identifica com isso, e quer saber como lido com ela na minha vida!

Roer unhas

Ansiedade:

Primeiro levantaremos o seguinte detalhe em que eu estou nos meus vinte e tantos anos de idade, e eu comecei a roer unhas já por ansiedade desde meus QUATRO anos de idade. É muito tempo vivendo nisso. E não é uma simples ansiedade, mas sigo a vida mesclando meus bons e maus dias.
Primeiramente o que todo mundo deveria saber é que a mente de uma pessoa ansiosa pensa em TODAS AS POSSIBILIDADES POSSÍVEIS diante de um problema. Todas, todas, todas, todas! A mente de uma pessoa ansiosa é extremamente barulhenta! Tá, mas isso envolve possibilidades boas e ruins, mas as boas a gente simplesmente ignora, porque a gente não precisa estar preparado para elas, já que são boas. A questão é o preparamento psicológico para as coisas caso algo dê errado. E é ai que o pensamento vai mais longe ainda, você não sabe se vai dar conta de resolver, não sabe se consegue, e se não conseguir, o que vai fazer? E é aí que o bicho pega! A mente de um ansioso sofre muito por antecedência, e não é uma simples ansiedadezinha não, é uma ansiedade que prejudica a vida, te tirando a atenção de coisas importantes, altera o humor, pode causar noites mal dormidas ou até mesmo períodos de insonia...

crise de ansiedade

E olha, o pior nem são apenas os pensamentos pois depois de sofrer tantas ansiedades fortes, seu organismo começa agir de maneira diferente. Lembro-me perfeitamente de uma fase horrível da minha vida onde a mistura de ansiedade e estresse, me causou fortes crises de falta de ar mescladas com taquicardia. E elas vinham do nada, eu cheguei a acordar com taquicardia e falta de ar... Eu estava entretida vendo a tv e do nada me dava taquicardia e falta de ar... Não tinham momentos para acontecer, eu não precisava estar nervosa pra crise vir, ela vinha quando ela queria, mesmo nos meus melhores momentos. E isso é algo que eu não quero sentir NUNCA MAIS, de tão horrível que foi. Mas ainda tem algo pior, quando estou ansiosa, lembro de quando passei mal, e por não querer passar mal de novo isso me dá ansiedade de novo. Olha que loucura! E esqueci de mencionar também que nas minhas crises de ansiedade eu tenho diarreia, ânsias e vômitos, olha que coisa mais legal do universo >_>.
As vezes também quando estou ansiosa começo a suar muito e sentir um grande calor pelo corpo, mesmo que isso me deixe com as mãos geladas. Por algumas vezes dependendo a situação também ocorre algumas tonturas ou até mesmo aquela vontade imensa de comer e comer e comer.... mesmo sem fome, só comer para tentar ver se ansiedade passa.
E é como dizem por aí, depressão é excesso de passado, ansiedade é excesso de futuro.
Características da pessoa ansiosa

Uma das primeiras coisas a se fazer para combater ou pelo menos controlar a ansiedade, é perceber quando está ansioso e perceber o que está te causando essa ansiedade. Sabendo disso, é a hora de focar o pensamento em outra coisa e abandonar esse problema até você melhorar para depois resolver o problema.  É fácil? Não, não é, mas é um aprendizado.
Outra coisa a se fazer é controlar a respiração, mas pra mim essa é uma das piores partes porque eu não consigo respirar direito. Mas sei que quando estou em extrema ansiedade eu gosto de ficar sozinha no meu canto para simplesmente poder tentar respirar melhor e esquecer de tudo. Geralmente as pessoas ficam "nossa, não fica nervosa com isso, vai dar certo, não esquenta a cabeça", mas quando você já está dentro daquela crise isso só piora. Então eu procuro me isolar para pelo menos tentar me tranquilizar sozinha, respirar, pensar em outras coisas pra depois voltar para perto das pessoas e fazer aquilo que eu estava fazendo. E a questão da respiração, é tentar respirar tranquilamente, com respirações e aspirações longas e calmas, nada de respirar de maneira afobada porque isso acelera ainda mais o coração.
Fazer exercícios físicos também é uma ótima opção para descarregar essa energia tensa de ansiedade.
Músicas totalmente tranquilas também me ajudam a controlar a ansiedade, pelo menos naqueles momentos em que posso ouvir música... Em especial gosto das músicas do Adrian Von Ziegler, mas você pode descobrir o estilo de música que mais te tranquiliza.


Vídeos de filhotes de cachorro também me ajudam muito! E se também preferir, pode visitar a página do blog no Facebook que tem imagens lindas e tranquilizantes de natureza com ambientes bem calmos!
Eu tento sempre me ajudar sozinha, tento ser uma guerreira sempre, pois ninguém sabe exatamente como é a visão no nosso interior. Ninguém sabe das lutas internas diárias que as pessoas têm. Eu nunca cheguei a passar em psicólogos mesmo sabendo e reconhecendo que o meu nível de ansiedade não é algo totalmente comum, eu sei e reconheço que por muitas vezes preciso de tratamento, mas eu tento me esforçar e melhorar sozinha.
controlar a ansiedade

Mas, se você se identifica comigo, ou com as características aqui mencionadas e não se acha forte suficiente para controlar isso, procure ajuda. Sério, não há nada demais em reconhecer sua fraqueza e pedir auxilio para conseguir viver bem com isso. Tem dias que consigo controlar bem, outros não, mas mesmo assim me esforço sempre, é uma grande característica minha ser uma pessoa muito esforçada, então levo isso comigo pra vida. Então se abra com seus pais, tenha um amigo para te ouvir nas crises, alguém que você possa desabafar esse cargo tenso que carrega nas costas. Mesmo que ele não possa fazer nada pra ajudar, mesmo que ele nem responda imediatamente, ele vai te ouvir/ler. E só de botar pra fora já ajuda. 
E outra coisa, não confundam crise de ansiedade com síndrome do pânico e outras variações... mas infelizmente elas também vem da ansiedade. É bom sempre ler artigos com isso para saber como se você melhor se identifica, as vezes você pode achar que é uma "simples ansiedade" e isso ser algo pior. Então, ressalto, não tenha medo de procurar ajuda. Eu amo a área da psicologia, tem pessoas que tem fobia achando que ir no psicólogo é porque você é louco... não tem nada disso, assim como existem médicos para tratar das questões físicas, existem também os médicos para tratar das questões psicológicas. Não deixe de procurar ajuda!
E o mais importante, é preciso saber lidar com isso. Existem sim grandes ajudas, mas só você pode fazer você se sentir melhor. Só você que pode tentar controlar isso tudo. Sua família, amigos, psicólogos estão ali pra te ajudar, pra te auxiliar, para orientar, mas é você quem vai lidar com isso tudo. Procurar ajuda sem querer se ajudar é perda de tempo. Então antes de aceitar ajuda dos outros é necessário querer se ajudar primeiramente.

E você? Também sofre de ansiedade? 
Tem alguma técnica para ajudar a controlar ou melhorar isso? 
Vamos compartilhar! 
Deixe um comentário!

terça-feira, 8 de março de 2016

Como é ser mulher na área de TI! #SerMulherEmTech

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem? Hoje, 08 de março, dia internacional da mulher! E eu estive pensando em como fazer uma postagem que retratasse as mulheres neste dia, então porque não falar de mim mesma? Então pra saber os desafios da área de tecnologia sendo mulher!

Mulheres na informatica

#SerMulherEmTech

Para quem não sabe um pouco da minha história, irei apresentar.
Sempre fui uma criança que ficava em volta do meu pai observando ele desmontar equipamentos e peças. Não vou dizer que nunca brinquei de bárbie entre outras coisas, mas eu sempre achava mais interessante o outro lado. Posso dizer que já me arrisquei em desmontar brinquedos sem ter o mínimo de noção do que eu estava fazendo, e consequentemente o estragava mais.
Meu pai por muitas vezes me reepreendia, eu não tinha noção do que estava fazendo, mas achava interessante. Quem diria que no futuro eu me formaria com Técnica em Informática? Nem eu imaginava.
Lembro também do meu primeiro curso de informática, por volta dos meus 11 anos de idade. Ainda era com o falecido Windows 98.
Por anos na minha infância e pré-adolescência meu sonho era ter um computador. Na época, computadores eram apenas para pessoas ricas. O acesso a internet era apenas em lan-houses.
Mas eu achava aquele mundo virtual magnífico, me lembro perfeitamente dos longos papos no ICQ, a primeira vez em que ví o site "Assustador", a primeira vez que procurei a letra de uma música.
Um tempo mais tarde, já pude ter o primeiro computador em minha casa. Eu sempre fui apaixonada por jogos, graças também ao meu pai. E juntos podemos também nos entreter nos mais diversos games pelo computador. Até então era uma admiração grandiosa, esse mundo era fascinante demais para apenas ser visto, era necessário saber seu entendimento, a parte mais profunda daquilo tudo.

Mulheres na informatica

Depois de alguns cursos e algumas experiências, eu já trabalhava dando aulas particulares e em uma escola de informática básica para diversos alunos nas mais variadas idades.
Talvez eu tenha herdado as características curiosas da minha infância. Apesar de ter tido bastante medo quando abri um computador pela primeira vez, eu achava aquilo maravilhoso. Quando fiz o curso de montagem e manutenção, eu era a única menina na sala de aula, e admito que eu me sentia inferior. Tive repressão pelos meus colegas? Não sei dizer, nunca chegou nada diretamente a mim, pelo menos me tratavam de igual para igual, e não faziam piadas sobre eu ser a única garota a desmontar computadores.
Pouco tempo depois surgiu a oportunidade para me inscrever gratuitamente num curso Técnico de Informática. Na ocasião, por mais que eu já trabalhasse na área e tivesse experiência, era necessário ter um diploma para seguir melhor minha carreira.
Foram dois anos de muitos estudos, das quais tinham coisas que eu já era apta e outras que nunca tinha visto. Embora eu tenha preferido me manter na área de manutenção e suporte, foi de muita valia aprender como funcionava as mais diversas linguagens de programação e toda a funcionalidade de um computador. Eramos em poucas mulheres neste curso. Sobraram apenas 3, mas eu fui a única que seguiu a diante a carreira.
Paralelamente às aulas de informática básica, iniciei um estágio na prefeitura da minha cidade. Me esforcei bastante para ser "reconhecida" e apesar de sempre ouvir piadas sobre meu cabelo vermelho, nunca me apontaram como incompetente mesmo sendo mulher. 
Fiz meu primeiro concurso público para a área de informática, e adivinhem? Eu fui a única mulher inscrita. Existia apenas uma vaga e não consegui, ficando em terceiro lugar na colocação e depois caindo para quarto em questão de desempate de notas.
Sinceramente eu nunca me achei boa o suficiente em nada na minha vida. Nunca achei que seria capaz de chegar tão perto, ainda mais concorrendo com homens que já tinham mais conhecimentos do que eu, e muito mais experiência.
Depois, fiz meu segundo concurso público, apenas uma vaga novamente. E eu me esforcei muito, bem mais que o outro. Eu sabia que ali tinham pessoas melhores que eu concorrendo comigo. Tive confiança desta vez que eu iria passar? Jamais! Para mim sempre haveriam pessoas melhores que eu.
Me surpreendi ficando em primeiro lugar com a pontuação de 87 pontos, sendo a única pessoa a fechar a nota de conhecimentos específicos em informática. Pergunta se já caiu a ficha? Não! Até hoje!
Foi um esforço imenso, mas eu também tive colegas do meu lado que me tiraram dúvidas e me ajudaram mesmo eu sendo mulher. Talvez eu tenha sorte de estar rodeada de pessoas legais, talvez pude provar para eles que mesmo sendo mulher eu posso ser boa no que faço, ou ainda talvez, eles nunca tenham se importado por eu ser mulher e me apoiaram por ser uma boa colega e competente.
Sei que diante de cidades grandes o problema é bem maior. Sei que muitas mulheres não tem chances como eu tive, sei que muitas são obrigadas a ouvir piadas desnecessárias vindo da classe masculina.
Cheguei a perceber isso em muitos comentários quando foi lançado o projeto "Delete seu preconceito", que no qual eu acho que foi de excelente ideia. Apesar de AINDA não ter sofrido devido a escolha da minha profissão, sei como é difícil uma mulher seguir uma carreira considerada "masculina".
Mulheres em trabalhos masculinos

Hoje faço faculdade de Gestão da Tecnologia da Informação. Não é algo que eu possa dizer que eu ame, mas é necessário pro meu futuro e é algo que posso pagar provisoriamente onde eu moro. Mas gostaria de ressaltar algo para as meninas de TI. Se vocês amam o que fazem, não desistam da carreira, não desistam dos seus sonhos, não desistam por piadas, sejam fortes e prove a vocês mesmas, não aos outros, que vocês são sim boas o suficiente e completamente competentes!
E para aquelas que não gostem da área da tecnologia, mas ainda sim queiram seguir profissões "masculinas"... sejam grandes cientistas, sejam físicas, astrônomas, policiais, engenheiras, sejam o que vocês quiserem, seu sexo não te faz menos inteligente que os demais. Vocês conseguem! E nunca deixem que digam que vocês não podem, vocês podem qualquer coisa!

Vocês seguem alguma profissão que seria da área masculina?
Sofrem ou já sofreram preconceito com isso?
Deixe seu comentário!

quarta-feira, 2 de março de 2016

Livros: Uma página de cada vez

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem?Hoje tem post quentinho pra vocês! Vim contar um poquinho desse livro mágico que ganhei de um sorteio e queria muito compartilhar ele com vocês! E já adianto, estou meio doidinha hoje!

Livro uma página de cada vez

Eu participei de um concurso no facebook no mês de fevereiro, da página/blog Pequeno ser Pensante. 
E uma semana antes do meu aniversário eu ganhei este concurso! E olha que eu sou daquelas pessoas que sempre se acha mó azarada sabe? Eu nunca tinha visto um livro desse estilo, e eu fiquei muito feliz de ter sido sorteada! Era pra ter chegado bem pertinho do meu níver com o níver do blog, mas como os correios estão com uma excelente qualidade (sarcástica mode on), demorou bastante tempo até chegar aqui. Mas, chegou também em um dia mega especial pra mim, que foi o dia em que eu tomei posse do concurso!!! Bem, pra quem acompanha meu blog desde o ano passado sabe de toda a minha história com o concurso e finalmente chegou o grande dia. Então pra mim foi uma felicidade em dobro! Então mais uma vez agradeço grandiosamente a Isabelle por ter me proporcionado essa felicidade!

Uma página de cada vez

Sorteio de livro

Vamos então ao que se trata esse livro.
Primeiramente este livro é para te fazer aflorar a criatividade!
A ideia desse  livro diário é para ser feita uma atividade por dia, por 365 dias (365 páginas), e são atividades que envolvem coisas pra você desenhar, colorir, colar, escrever, interagir com pessoas... E eu ainda tenho meu lado "meninona" que aflora algumas vezes e este livro me libertou pra eu ser exatamente como eu sou, com minhas qualidades, defeitos e superações!

Capa traseira do livro:

Sorteio de livro

E eu com minha ansiedade suprema já fui logo escrevendo nele e fazendo algumas anotações, as vezes nem mesmo apoiando em uma mesa, mas no meu colo mesmo e refletindo comigo mesma... Eu sou meio "desleixada" com algumas coisas, então não esperem ver uma letra impecável ou algo todo bonitinho, porque por mais que eu tenha me formado direitinho na escola, parece que não fiz o pré-escolar até hoje hahahahahah!Mas ainda vou comprar algumas canetinhas pra deixar ele pelo menos mais apresentável :P Vai que algum dia alguém pega pra ler né? 

Um livro para anotar

Isto é um pouquinho da minha personalidade, como eu me sinto referente a minha vida...
Bem, acho que deu pra perceber nessas poucas frases marcadas que sou uma pessoa que tem muita força de vontade e que basta a gente correr atrás dos nossos sonhos que a gente consegue!


Metas para concluir

E falando em migos da net, quem será que vai ganhar presente da Flavi esse ano?? Alguém se habilita? E espero não mandar apenas cartão-postal, quero fazer algo legal. Vamos ver quem vai ser merecedor disso! :P

Metas do livro

E vê se isso não é um dos melhores presentes da vida?!! "Ah, mas dormir não da XP!" "Mas recupera stamina que é uma beleza!" Amo!!!

Livro uma pagina de cada vez

E no meio das tantas coisas divertidas, pensamentos para fazerem refletir... devemos dar valor as coisas que temos agora... algum dia pode ser tarde demais...

Enfim, este livro tem centenas de páginas super criativas, não fiz necessariamente na ordem, mas fiz conforme meu humor e vontade de fazer naquele dia. Eu já disse que sou do contra e sempre procuro minha maneira de fazer as coisas? Pois é, a menina que interage com o livro sem sequencia e ordem correta. Prazer, sou eu!

Já conheciam este livro? Conheciam algo do tipo? Acha que seria legal eu ir postando outras páginas conforme eu for montando e escrevendo? Deixe aqui sua mensagem após o bip pra eu saber! Aliás, hoje to bem "engraçadinha" né? É que tem dias que me dá umas loucuras e inclusive me torno tagarela.:P  BIP!

terça-feira, 1 de março de 2016

Fight Like A Girl!

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem? Hoje em especial pras guerreiras! Hoje eu vim apresentar a vocês a série de desenhos do tema

"FIGHT LIKE A GIRL"

Sabemos que antigamente, existia uma visão de que mulher não é forte, não podia isso, não podia aquilo, não podia lutar, tinha que ficar obrigatoriamente em casa cuidando dos filhos.. e eu me identifico muito com essas lindezas que são se submetem a nada e saem enfrentando o mundo! 
Antes a imagem de "mulher" em qualquer ramo que seja, era caracterizado como "fraqueza" ou "chacota", mas de tempos em tempos conseguimos mostrar que apesar de sermos do sexo feminino podemos sim, ser o que quisermos, como quisermos e com muita garra! Hoje em dia podemos encontrar bastante mulheres que deixam todo mundo de queixo caído, e até temos visto uma crescente criação personagens femininas impactantes em filmes, séries, jogos, além da própria vida real!
Então apresento a vocês lindas imagens de personagens femininas que lutam como uma garota, e são boas no que fazem! ;)


Fight Like a Girl



Quem desenvolveu esse projeto de ilustrações dessas lindas mulheres foi a game developer Carolina Porfírio (ou Kaol Porfírio) e quem quiser saber mais sobre esse lindo trabalho, só clicar aqui!
Vamos ao que interessa! :P
Começando com minha amável e preferida! Aurora! (Child of Light).

Child of Light


Mulan

Scoot Pilgrim



Valente

Vikings

Metroid

Como treinar seu dragão

Avengers

Game of Thrones

X-men

Como dito anteriormente, vocês podem conferir todas as novidades do trabalho da Kaol no facebook!
Além disso, existe a parceria com a loja Toda Frida que tem várias roupas com o tema exclusivo do Fight Like a Girl!
Existem ainda várias outras mulheres incríveis nessa série de desenhos e camisetas, vale a pena conferir o trabalho inteiro dela, eu escolhi aqui minhas preferidas!

Qual das personagens você mais gosta e se identifica?

Deixe seu comentário!


© Memórias de uma Guerreira.