Minha nova paixão: WWE!

15:08

Bom dia guerreiros e guerreiras do meu coração de dragão! Tudo bem com vocês? Estou na vida corrida de muito trabalho e estudos, mas como ninguém é de ferro precisamos nos distrair com algo.
E foi num belo dia que perdi meu preconceito e me tornei fã de WWE...

WWE

Como aprendi a gostar de WWE?

Tudo começou quando eu estava vendo postagens aleatórias no facebook e vi uma certa imagem...
Em específico esta:

WWE
Roman Reigns

Eu não tenho ideia de como isso surgiu na minha linha do tempo, mas me chamou muito a atenção e eu precisei compartilhar e ainda disse que eu detestava o WWE, mas... Eu sempre achei esse tipo de luta muito falso, sem graça, sempre detestei, até esse dia chegar e eu pagar língua com isso.
Foi nesse dia que um colega de facebook, que depois acabou se tornando um grande amigo, veio conversar comigo e me ensinar várias coisas sobre Pro-Wrestling e ter uma visão que eu jamais tinha visto sobre esse tipo de luta... 

"WWE é uma empresa de pro-wrestling, um entretenimento com atletas que também são atores. É como uma série, mas com episódios ao vivo..."

Wrestling é falso?

"Pro-wrestling não é falso, as pessoas é que são.
Devido a toda a dedicação, preparo físico e treinamento, seja na execução de movimentos ou na atuação, é ofensivo dizer que é falso.
Eles não ensaiam, eles se arriscam, por mais que uma boa parte dos golpes não sejam verdadeiros, como os socos, são os golpes de impacto e alto risco ali que são impossíveis de serem simulados. 
A dor será sempre verdadeira, assim como as possíveis lesões.
Como em uma série, é um espetáculo em que ninguém se odeia de verdade. Os resultados são combinados pelos superiores de acordo com o roteiro da história a ser ali contada a cada luta. Porém, o que ocorre é tudo um improviso, com uma breve comunicação do que poderá ser feito."

E foi com essa tese que eu comecei a ver o Pro-Wrestling de outro modo, dando uma chance para conhecer realmente como era, e deixar de ter a visão preconceituosa. Esse meu amigo me ensinou muitas coisas sobre as lutas, conheci lutadores e lutadoras (sim, tem lutas só para as mulheres, as Divas), conheci nome de golpes, os maiores campeões, o embasamento das histórias de cada um, qual personagem é heel ou face (malvado ou bonzinho)... Vale ressaltar que há outras empresas de pro-wrestling, mas que a WWE é a principal.

Divas da WWE:

WWE
Divas
Diante disso, meu amigo me recomendou assistir um programa chamado Tough Enough.

Tough Enough:

"Tough Enough é um reality show da WWE em que eles selecionam pessoas que almejam se tornar superstars ou divas da empresa, e fazem elas competir entre si. Seguindo com o formato de eliminação semanal, o último casal, ganha a sua chance de treinar na empresa rumo ao estrelato."

Tough Enough
Tough Enough
Nesta versão do reality show, podemos contar com a presença de uma brasileira, Gabi Castrovinci. Gabi é curitibana porém mora nos EUA a 11 anos. Ela infelizmente não conseguiu vencer o programa, mas mesmo saindo, ela não desistiu do seu sonho e agora treina muito na acadêmia dos Wild Samoans (WXW). 

Wrestler Brasileira
Gabi Castrov

Ela não seria a primeira pessoa BR na WWE, o primeiro BR a lutar em um ringue foi o Giant Silva, e no antigo território de desenvolvimento da WWE, a FCW, existiu um lutador chamado Kafu, mas ele nunca passou pro roster principal pois foi demitido antes. Aproveitando o comentário, também vale ressaltar que o atual território de desenvolvimento é o NXT.
O Tough Enough contou nessa edição com a presença de 13 novos participantes, sendo 7 homens e 6 mulheres. E agora está na reta final com apenas 2 mulheres e 3 homens, nos quais estou torcendo para a Sara Lee e Joshua Bredl (Josh, the Yeti). 


Eu gostei muito de assistir o programa, saio correndo da academia em dias de segunda-feira para ver o programa Monday Night RAW, em dias de terça-feira vejo Tough Enough, em dias de quinta-feira o Thursday Night Smackdown.
Me tornei fã de Roman Reigns e posso dizer que hoje, o preconceito que eu tinha era totalmente inviável e desnecessário e que devemos dar uma chance para o "desconhecido", podemos sempre nos surpreender. Posso dizer que ainda sou aprendiz disso tudo, mas que com toda certeza isso se tornou um hobbie e não consigo mais parar de ver! E agradeço imensamente ao meu paciente amigo Mateus, por me ensinar tantas coisas e me ajudar nessa postagem! Hail!

Você já conhecia o que é Wrestling?
Depois de ter lido isso tudo, você daria uma chance a este tipo de luta?
Deixe seu comentário!

Você também poderá gostar de:

comentário(s) pelo facebook:

26 comentários

  1. Confesso que as poucas vezes que vi as lutas sempre achei um pastelão besta hahahah Mas agora analisando por esse lado, vi que era um preconceito tosco e que pode ser sim muito interessante. Fiquei curiosa por esse reality!
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu odiava sabe, achava aquilo uma bobeira sem fim, tudo muito falso. Mas quando você se dá a chance de realmente conhecer a fundo aquilo, pode ver que aquilo pode ser maravilhoso!

      Excluir
  2. Não conhecia, só as do meu tempo que minha mãe chamava de telequete, e ainda cheguei a ver pouco do Ted Boy Marino, como você me parece bem mais nova do que eu não deve conhecer. rsrs Mais achei interessante o teu post, um tema diferente que ainda não tinha visto na blogosfera. bj
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahhaha é verdade, havia este nome mesmo! Não conheço este wrestler hahaha.
      Muito obrigada pelo elogio e pela sua visita!

      Excluir
  3. Adoro filmes com lutas, adoro ver tudo relacionado a luta, mas não conhecia o wwe! Amei saber um pouco, vou procurar mais sobre o WWE!
    Beijos,
    www.hitsdomomento.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí, aprendeu uma coisa nova! :P
      Obrigada por sua visita!

      Excluir
  4. Não é meu tipo de programa preferido, não sou fã de reallitys nem de lutas (tenho muuuita agonia de ver luta, me chamem de fresca rsrs). Não é nem preconceito não sabe, é só que já descobri que não é meu tipo de entretenimento preferido. Mas mesmo assim, aprendi um monte com seu post, achei deveras interessante!

    vinteetres.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahhahaha nem é fresca, cada um com seus gostos ué! O mais legal é a diversidade de gosto entre as pessoas! Tem gente que mesmo conhecendo bem algo, ainda sim não gosta. Não foi o meu caso, que eu odiava sem conhecer a fundo e depois que conheci me apaixonei! :P

      Excluir
  5. Acho que tenho o mesmo pensamento que você tinha rs. Parece uma grande bobagem, mas você me abriu os olhos. Vou procurar conhecer um pouco melhor sobre o programa e sobre as lutas. Quem sabe mudo de lado também rs ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! As vezes a gente deixa se levar pelo preconceito e nem nota, eu depois de conhecer melhor gostei bastante!

      Excluir
  6. Realmente as vezes temos preconceitos sem mesmo conhecer né? De um primeiro momento também não me interessaria como você, não sou muito ligada a programas de luta. Mas sabe que achei bem interessante? Vou procurar ver pra ver o que acho!
    Beijos
    https://blog-mundodalua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certinho garota! Eu detestava e hoje sou super fã!
      Mas tente levar isso pra sua vida com outras coisas também, as vezes você pode não gostar de algo e quando conhecer melhor se surpreender! :D

      Excluir
  7. Olá, Flavi!
    Engraçado como julgamos antes de conhecer melhor, né? Faço muito isso e na maioria das vezes pago a língua haha Isso é bom, pois somos surpreendidas. Não me lembro quando vi algo do WWE, mas não me interesso por esse tipo de programa. Porém, depois da sua empolgação, darei uma chance haha vai que gosto, não é? Ótimo post!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre to pagando língua também sabe! SEMPRE! Mas to aprendendo com o tempo haahaha, é bom se dar novas chances! :P

      Excluir
  8. Oie, tudo bem? É verdade, muitas vezes temos preconceito de algo que nem ao menos conhecemos direito. Nada melhor que ter a mente aberta para experimentarmos algo diferente não é mesmo? Eu mesma não tenho costume de assistir filmes/séries de luta, só quando aparece o Van Dame haha isso já faz tempinho. Beijos, Érika ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hhahahahhaha pois é, também nunca fui de gostar de luta fora dos videogames... mas enfim,obrigada por sua visita! ;)

      Excluir
  9. Como você achava tudo falso com muita encenação mas depois desse post, vou procurar conhecer mais pois achei bem interessante.

    ResponderExcluir
  10. Olá Flavi, tudo bem?
    Sou uma pessoa que sempre gosta de dar uma chance ao desconhecido. Isso acontece muito comigo em relação a filmes e recentemente descobri alguns bem legais graças às preciosas dicas dadas pela minha mãe.
    Infelizmente não gosto de nenhum tipo de luta, mas de todo modo achei seu post bem explicado. :)
    Beijos :*

    http://midnight-skies.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, como eu disse é bom nos dar a chance de conhecer algo melhor, as vezes podemos nos surpreender né? :P

      Excluir
  11. Uaau, parece legal! Mas, luta não faz muito meu estilo, sabe?! Porém, conheço pessoas que vão gostar, vou mostrar seu post. :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Você mostrou um lado diferente que eu dificilmente paro pra analisar sobre lutas. Mas ainda não me desce. Detesto qualquer tipo de violência gratuita :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem considero esse tipo de luta como violenta, é pro lado do entretenimento, assim como uma cena de ação em filmes.

      Excluir
  13. Não sou apreciadora desse tipo de ação mas, como e toda e qualquer circunstância sempre terá o lado positivo basta, extrairmos de algum "lugar".

    ResponderExcluir

Fico muito feliz que você esteja aqui e queira me deixar um recadinho! Sempre respondo todos comentários, então, marque a opção "notificar-me" para ler a resposta caso use o campo de comentários do blogger!